domingo, 20 de setembro de 2009

Relacionamento entre governo e cidadãos


As relações entre governo e cidadãos necessita passsar por mudanças.Os cidadãos são os que elegem seus representantese nós somos vistos por eles como "clientes" das administrações publicas.

Já passou da hora de nós cidadãos termos um novo papel neste cenário e de sermos convidados a participar da formulação de políticas públicas,da tomada de decisões para o bem-estar coletivo.

É necessário representantes e representados encontrarem benefícios nessa tendência.O cidadão precisalargar de se comportar apenas como receptor de serviços públicos,e sim participar ativamente da formulação de políticas poúblicas em prol da comunidade.
Cidadania é participação.

Quando elegemos nossos representantes pensamos em sermos representados,mas esse mesmo governo age com independência,tornando impossível estabelecer conexões com as relações públicas.

Fico aqui imaginando como eu que trabalho para o governo,pois sou professora,fazer valer uma nova concepção de cidadão.

Fica complicado isso acontecer pois profissionais das relações públicas governamentais não informam a populaçãoe muito menos vciabilizam uma novaaneira depensar a política,novos momentos e oportunidades para o envolvimento em buscsa do bem-estar coletivo.

É necessário começar a trilhar um caminho para o reconhecimento de que a participação popular é positiva para ambas as partes e ninguem melhor que o profissional de relações públicas para construí-lo.

Muito há para dizer sobre as relações entre Estado,governo e cidadãos.História,evoluções,direitos e deveres,expectativas.No entanto,uma determinadaótica parece óbvia:O Estado existe em função do cidadão,governos somente são eleitos pelas mãos de cidadãose,finalmente,cidadãos dependem dos primeiros para garantir-lhes acesso a serviços essenciais para sua vida.Trata-se de uma relação de co-dependências e, por que não dizer,de uma possível e desejável cooperação.

Fazer com que governos se aproximnem dos cidadãos é fazer que haja entendimento mútuo.Representantes precisam conhecer as demandas da população.Para isso as relações públicas disponibilizam pesquisas e diagnósticos,das mais diversas formas e tecnicas.Para isso,basta uma decisão política.Para começar a trilhar o caminho até o cidadão,governos têm poder para chegar até eles.Prpofissionais de relações públicas podem trabalhar para isso.Comunicação dirigida,eventos,reuniões,canais de comunicação ouvidorias.Estratégias e instrumentos estão disponíveis.

POr outro lado,representados precisam de mais.Primeiramente,precisam reconhecer seu próprio papel neste contexto,conseguir responder a perguntas como "o que eu tenho a ver com o governo?", "o que o governo tem a ver comigo e com minha comunidade?".Compreeender que o governo está ali para representálo,para defender seus interesses,para servi-lo é o primeiro passo.

Sendo capaz de visualizar-se dentro do processo,o cidadão precisa ser convidado,envolvido na construção das políticas públicas.Dar oportunidades significa criar momentos,mas também criar disposição.O grande desafio do profissional de relaçoes públicas que trabalha na área gorvenamental não é oferecer momentos e espaços para a participaçãopopular,mas sim envolver cada indivíduo nesse processo>os resultados ,com certeza,serão compensadores.
Depois de participar de uma decisão para o bem da coletividade,o cidadão ganhará nova visão de mundo.Dará outro valor a si mesmo,as coisas públicas,a seus representantes.Sentirá verdadeiramente que o governo trabalha para seu bem-estar.Se fez parte do que foi construído,terá condições de compreender,apoiar,defender.Ao governo ,legitimidade.Ao cidadão,participação e cidadania.

3 comentários:

Rosângela disse...

Muito Bom! É isso aí mesmo!

Aconteceu algo bem sui gêneris num colégio onde trabalhei. Os professores reclamavam muito porque a diretora era evangélica, e tudo o que ela fazia eles viam como se fosse motivo religoso em prol do evangelho. E isso não era verdade.E todos sabiam que não era verdade.
Esta professora foi demitida.
No outro ano um grupo de pais de uma determinada turma de primeiro ano exigiu que seus filhos não participassem de atividades relativas ao canarval. Queriam apenas uma pesquisa. Como 70 % dos pais eram evangélicos, a nova direção resolveu mudar o programa de carnaval.
Ora, isso nunca havia acontecido n época da diretora evangélica e a mesma quando soube até ficou surpresa. Nem ela sabia que havia um número considerável de alunos evangélicos na escola. E ao fazerem um levantamento, mais de 60 % dos alunos eram de famílias evangélicas.
Se houver um relacionamento de fato entre governo e cidadãos os governos vão se surpreender com a quantidade de gente que está cansada de viver este mundo maldoso e caótico. É isso mesmo, Hilda Helena, que haja um maior relacionamento mesmo. E tomara que todos sejam autênticos em seus posicionamentos e não tenham medo de mostrar a que vieram.
Concordo com você. Está falando diálogo entre os diferentes, Hilda. Há um medo no ar. É preciso ter coragem de se posicionar. É preciso ter coragem de se relacionar. E a participação tem que ser em respeito ao ser humano ( gente, pessoa ). É isso aí, professora, Hilda, você falou tudo.

Um abraço
Rosângela

Edson Campos disse...

Professora Hilda.
Achei muito oportuno seu texto. Concordo que os eleitores devem participar mais e de forma efetiva na política. O que vemos hoje em dia são pessoas "alienadas" quando o assunto é política.
Pessoas formadoras de opinião e de Cidadãos, como os professores, deveriam começar adotar uma postura como a sua, uma vez que devemos informar e inserir nossos jovens na política de forma a mostrar-lhes a verdadeira importância de bons políticos em nossa sociedade e mostrar que a política esta presente em todos os momentos de nossas vidas e que temos a oportunidade em nossas mão de transformar nosso País e nosso povo.

Saudações.

Edson Campos
http://www.edsoncampos.blogspot.com
http://www.edsoncampos.net/

Anônimo disse...

PROCURA-SE!!!!!!!!!!!!!!!!!

UM "LEÃO EDUCACIONAL",QUE NÃO PAGA POS SALÁRIOS DOS SEUS MESTRES HÁ 5 MESES???
SERÁ QUE ALGUÉM ADIVINHA DE QUE SELVA VEM ESSE LEÃO???