sexta-feira, 8 de maio de 2009

Lançada Campanha "Eu quero votar: Eleições Diretas para Diretores de Escolas"‏


E-mail recebido da Ana Paula Motta, assessora de comunicação do núcleo do SEPE em Campos:


O SEPE, Sindicato Estadual dos Profissionais da Educação, Núcleo Campos lançou hoje ao meio dia no Calçadão a campanha “Eu Quero Votar: Eleições Diretas para Diretores de Escolas.”O objetivo do ato no Calçadão foi apresentar a proposta da categoria para a população, informando como a prática do “apadrinhamento” político é prejudicial às escolas do município.Os diretores do SEPE/Campos e representantes da categoria distribuíram panfletos onde defendem queEleições diretas para diretores de escolas: questão de cidadaniaEleições diretas para diretores de escolas: questão de cidadaniao princípio básico da democracia passa pela escolha livre de representantes nas diversas esferas de poder e afirmam que a gestão democrática não é apenas eleição de diretores, mas esta é imprescindível para que uma gestão com participação de pais, professores, funcionários e alunos aconteça de fato.Negar à comunidade escolar o direito de escolher seus gestores é o primeiro ataque que o governo faz à categoria, tentando impor “apadrinhados” para as direções das escolas municipais.A próxima assembleia dos profissionais da educação da Rede Municipal acontece nodia 19 de maio, às 17h no Sindicato dos Bancários de Campos.

Ana Paula Motta- ASCOM/SEPE- Núcleo Campos

7 comentários:

PCB disse...

Professora Hilda,aqui em manaus o prefeito da gestão passada,inventou o PROSED qual todos so professores da rede municipal que se escrever-se poderia participar das provas seletivas elaboradas pela UFAM, ou seja não tinha apadriamento,era por meritos academicos...

Xacal disse...

Hilda, li seu e-mail e já te responderei...quanto as ataques, tenha paciência, dê risada e siga em frente...o jogo é pesado...

a certeza de estarmos incomodando é medido pelo desespero deles...

Márcia disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Márcia disse...

Se eu estivesse ai no RJ, apoiaria completamente. Gostei desta atitude e união dos colegas.
Aqui em Sampa, os professores sofrem com a meritocracia, que é usada de uma forma perversa, principalmente na mídia.
Os professores têm sofrido com a desmoralização e desqualificação profissional.
A mídia paga, pelos governos de tv, revistas e jornais, divulgam muita farsa e mentira, e a população na maioria acredita, prova é o resultado das eleições.
O maior receio é da privatização da escola pública, a luta é muito grande, principalmente depois do que fizeram na capital do RJ.
Eu acredito que este modelo de eleições diretas atrapalharia o método que os governos paulistas tem feito aqui, suas atuações têm sido ostensivamente denunciadas na imprensa de alguns blogs que acompanho.
Boa sorte.
Apoio totalmente.

FaBiaNa GuaRaNHo disse...

Por falar em votos...
Ajude uma blogueira indecisa.
Vota lá na minha enquete, por favor.
Beijão

Professora Hilda Helena disse...

PCB:A luta é grande ,mas a luta é inevitável...
Xacal querido...obrigada!
Márcia:Que bom que apareceu por aqui!Obrigada pelo apoio e força aí na luta!Um abraço!!!!

Raquel disse...

Hilda
moro em Volta Redonda e por aqui nem sinal de eleições para diretoras municipais, o que já não acontece ha mais de 8 anos...Isso, segundo o PNE e o PME não se tornaria obrigatório o cumprimento em 2009???????????
Abraços
Rachel