sábado, 16 de maio de 2009

Também me indigno..."Eu sou Auxiliar de Secretaria e também EDUCO".


Recebi este e-mail de uma leitora do blog e achei muito interessante,pois a indignação com o descaso na Educação não é só dos educadores,mas também das secretárias que também educam!!!
Confira:

Quero manifestar minha indignação pela situação não só da educação municipal mas também pela estadual. Passei no concurso da SMEC e fui convocada em
2006 para assumir como Auxiliar de secretaria.

Fui trabalhar em uma escola super problemática, sem nenhuma estrutura, mas com ótimos profissionais que realmente tiravam dinheiro do próprio bolso para realizar as atividades em sala de aula.Orgulho de dizer que saí dessa escola deixando minha marca lá.

Consegui transferência para uma escola municipalizada próxima a minha residência e o que acontece lá é incompreensível.

Trabalho em uma secretaria que tem 1 computador, que há aproximadamente um mês e meio queimou o HD e, portanto não funciona. A SMEC ainda não nos mandou um novo, pois "não tem" verbas disponíveis. A parte cômica da história é que o Governo Federal nos deu 10 computadores para montarmos um laboratório de informática (já chegaram há aproximadamente 7 meses) e até hoje não puderam ser instalados porque depende da SMEC vistoriar/instalar tomadas na sala. Também não podemos utilizar esses computadores para serviços da secretaria. Resultado: uma escola com quase 400 alunos voltando à Pré-história. Tenho mais de 50 históricos para fazer manuscrito (em duas vias originais) sujeito a refazer, pois não aceita-se rasura.
Não temos computador, máquina de escrever, nem xerox, mas temos que emitir declarações, históricos e outros. Não recebemos nenhuma verba como unidade Executora pq somos municipalizada e a máquina de xerox da SMEC está parada.

Mas de quem é o problema? Deve ser meu, porque da Secretária de educação não parece ser. Será que Rosinha deixaria um de seus filhos estudar durante um bimestre pelo menos nessa escola?
O terreno da escola é enorme e o mato maior ainda. Existem inúmeros focos de dengue e muitos ratos, mas isso também não deve ser problema da PMCG ou da SMEC, afinal nem respondem aos nossos ofícios. A diretora e a vice-diretora são indicadas, mas pelo menos são professoras da rede e lotadas na U.E. São pessoas comprometidas e que estão desenvolvendo um bom trabalho. Faço o meu trabalho com muito amor e dedicação.

Gostaria muito de saber de quem é a responsabilidade por todo esse descaso com a educação. Talvez seja melhor rasgar o regimento da SMEC, afinal ninguém é responsável por nada.
Fica a minha indignação e o meu apoio ao seu blog e a sua luta.
Eu sou Auxiliar de Secretaria e também EDUCO.
Um grande abraço!!!


3 comentários:

Provisano disse...

E vocês querem saber mais: um HD (sigla para Hard Disk), o popular disco rígido, local onde se instalam os programas e onde se armazenam os dados, custa em média, R$ 150,00 (cento e cinqüenta reais), até menos se comprarmos no Mercado Livre.

Uma mixaria se levarmos em conta a dinherama contingenciada no caixa da prefeitura. A secretaria de educação alegar que não tem essa verba é realmente risível, para não dizermos que é muita cara-de-pau e falta de respeito com a direção dessa unidade escolar.

Quanto à não utilização dos computadores dooados pelo governo federal, é mais um exemplo de burrocracia, isso mesmo, não é erro de digitação, é BURROCRACIA mesmo. Eu, se fosse da direção da unidade educacional, praticaria um ato de desobediência civil e usaria um dos computadores até que a direção conseguisse a "alta verba" de R$ 150,00 (cento e cinqüenta reais) necessária para comprar um HD novo.

Anônimo disse...

Registre-se: A SMEC já resolveu o problema do HD do computador. Foi instalado um HD novo e a máquina está em pleno funcionamento. Obrigada à equipe da SMEC, em especial ao Leandro da Gerência de Inclusão Digital que atendeu ao pedido da escola.
Mas, ainda aguardamos a vistoria da sala e a instalação das tomadas para o Laboratório de Informática.
Continuamos na luta por uma Educação pública de qualidade.

Amanda R. Dias Muniz

castrodigital.com.br disse...

Essas situações são realmente lamentaveis. Ainda bem que não trabalho em escola publica, mas apensar disso é um comunitaria da qual tenho muito orgulho, falta estrutura, mas a recompensa que recebemos de nossos alunos é muito melhor que se fosse da publica, só isso ja vale muito a pena o esforço.

www.pedagogiadaalternancia.com
www.castrodigital.com.br