quinta-feira, 27 de novembro de 2008

Debate: Para uma educação livre ou ministeriada?

Gostaria que algo muito especial acontecesse tipo uma REVOLUÇÃO EDUCACIONAL não só em Portugal e no Brasil, mas no mundo inteiro!!!Pois os bilhões investidos em Educação não surtem nenhum efeito positivo ...pelo contrário os resultados,relatórios ,testes,projetos,avaliações são medidas hipócritas para quem não tem ação!É a ação que provoca a mudança,e não resultados estatísticos´...Estou na luta e você ???
Achei muito interessante este link,confira!!!
Pois alevá...Diário de um Professor: Para uma educação livre ou ministeriada?

2 comentários:

Xacal disse...

Cara Hilda,

A impressão que tenho, como ex-aluno, e pai de uma estudante, é que na Educação só fazemos repetir "velhas fórmulas", que vez por outra são refrescadas por idéias originais, logo apropriadas por governos e gestores, que os ideologizam e aprisionam em seus projetos pessoais...

Não há nenhum mal em manter tradições e conservar certos paradigmas...

O problema é que na Educação há uma síndrome estranha: dizemos que a Educação piorou(a velha mania saudosista),mas não temos base científica para tal afirmação...

Dizem que precisamos melhorar a Educação, mas não sabemos que Educação dispomos, e qual queremos ter, com que objetivos...

Veja a questão do tempo na Escola...muito embora já vivenciemos uma "descompartimentação" do tempo, com o advento das novas tecnologias e possibilidades por elas trazidas, ainda dividimos as aulas em módulos estanques (de 50 minutos, senão me engano)...
Outra questão é a apropriação isolada dos conceitos...é claro que certas peculiaridades façam com que certos conteúdos tenham que ser abordados de forma delimitada, mas nunca separada, ou isolada dos outros saberes...

é a tal da transversalidade, que nunca passou de letra morta...

um abraço...

Professora Hilda Helena disse...

Falou tudo Xacal:Eu acabo de chegar da rede municipal,pois implantaram aulas aos sábados para cumprir o calendário dos 200 dias letivos.Só que um detalhe:As aulas são para os alunos,mas estes não vão e professores são obrigados a cumprir horário e eu não entendo o porque se são os alunos que precisam das aulas não estão lá ..sem contar um sábado desses que tivemos que pagar o dia que o "prefeito sem peito" resolveu decretar paralização à favor dos terceirizados...Vc imagina a cena:Sábado de manhã a pessoa jogada no sofá de uma secretaria sem nenhuma perpectiva de produção!A sala de informática já não tem NET ,mas alagada pela chuva nem paciência dá para jogar ...

A Lei das Diretrizes e Bases da Educação foi elaborada em 1996,no governo Fernando Henrique e determina a carga horária e outras questões que devem ser cumpridas em âmbito Nacional.Também acho que alguns paradigmas e tradições podem ser mantidos ...outros revistos...os sindicatos poderiam ser consultados ,as universidades poderiam ajudar a produzir conhecimentos,pois nosso país apenas transmite e onda da produção tem que pegar porque isto gera desenvolvimento.. ..
Nossos PCNs que são os Parâmetros Curriculares Nacional são elaborados para uma educação em ciclos,sendo que já estamos vivendo a lei dos 9 anos para o Ensino Fundamental ,sem contar o PPP(Projeto Político Pedagógico)que deveriam ser elaborados em parcerias com os envolvidos e a comunidade...mas se vc perguntar aos professores sobre o PPP de sua instituição...é capaz de nem saberem de sua existência(Se é que existem),pois na maioria das vezes eles são copiados e arquivados...deixando de ser a ferramenta necessária para que uma educação de qualidade aconteça...

Tenho uma escola e percebo que a maioria dos pais esperam que os filhos consigam se dar bem numa prova para a escola técnica federal,ou para uma Universidade Federal,que consigam passar em concurso público,que tenham a oportunidade de viverem dignamente em sociedade e o que mais desejam é que tenham sucesso profissional...
Tem uma escola do Porto onde já está sendo desenvolvido um trabalho bem diferente:Os alunos ficam em tempo integral,mas eles escolhem o que estudar,são módulos que vão sendo eliminados de acordo com a preferência e aptidão de cada um...
Acredito que o desafio maior é ajudar o aluno a exercer sua cidadania ,conquistando sua voz e seu espaço em sociedade!!!!
Eu acredito no potencial das pessoas ,mas estou desacreditada com a educação pública brasileira e por este motivo resolvi montar uma escola até o 5º ano,é uma forma de contribuir vendo resultados...pois na rede municipal é lutar contra a política eleitoreira instalada na escola através das gestões de diretores nomeados...não tem como nem fazer o PPP ....